Localizada na cidade de Tianjin, na China, uma das fábricas responsáveis pela produção das problemáticas baterias do Galaxy Note7 pegou fogo na última quarta-feira (8). A Samsung SDI afirmou que que o problema decorreu de baterias de lítio defeituosas e outros resíduos. Não houveram feridos durante o incêndio, que foi apagado rapidamente pelos bombeiros.

Durante o ocorrido, pessoas publicaram fotografias de uma fumaça escura pairando sobre a cidade, como você pode ver no tuíte abaixo.

No mês passado, a Samsung explicou os motivos das explosões em massa dos seus smartphones da linha Note7. Você pode ler detalhadamente clicando aqui. Segundo a Bloomberg, a Samsung investiu mais de US$ 129 milhões em segurança para que seus próximos smartphones não repitam o fracasso desastroso do Note7.

Deixem suas opiniões nos comentários. Vamos mantê-los informados quanto a qualquer atualização. Até lá, fiquem ligados ao TH1 no Facebook para mais notícias!

 

FONTE

 

VOLTAR AO INÍCIO