ANUNCIO DO BLACKBERRY KEYONE NA MWC 2017

Oi pessoal, aqui é o Victor do Techno1 e este é o resumo da conferência da BlackBerry no primeiro dia da MWC 2017.

A BlackBerry continua viva mesmo depois muitos tropeços, e é com essa persistência que a empresa lança, em parceria com a fabricante chinesa TCL, o Blackberry KeyOne. O aparelho já tinha sido mostrado há alguns meses pelo codinome Mercury e agora é oficial: o celular tem tela de 4.5 polegadas, com tecnologia IPS e resolução Full HD em proporção 3:2, ela é diferente da comum 16:9, isso porque o KeyOne possui um teclado qwerty físico no painel frontal, marca registrada da BlackBerry.

O teclado possui uma superfície capacitiva, então basta arrastar o dedo por ele para navegar pela interface do android. Atalhos também podem ser programados para abrir aplicativos, contatos e fazer ligações. Por exemplo: mantendo a tecla i pressionada, você é enviado diretamente ao Instagram. Cada uma das 52 teclas podem ser customizáveis.

Como vocês devem saber, a empresa ficou famosa por ter um sistema operacional de grande segurança, mas com a morte do OS 10, a BlackBerry se viu obrigada a seguir para o Android. O aparelho roda o Android 7.1 e é vendido como o smartphone Android mais seguro do mercado.  O KeyOne conta com chaves criptografadas desde a fabricação dos chipsets, além de atualizações mensais de segurança para evitar que seus dados sejam roubados com facilidade.

Ele chegará com Snapdragon 625, Adreno 506, 3 gigas de memória RAM e 32 de memória interna. A câmera traseira é de 12 MP com abertura 2.0 e pode gravar em 4K, enquanto a frontal é de 8 MP. Ele conta ainda com USB C, leitor biométrico e carga rápida: Segundo a fabricante, o usuário pode recarregar 50% em 36 minutos. O corpo é feito de metal com partes de plástico e o KeyOne ainda possui uma enorme bateria de 3.505 mAh.

O CanalTech conseguiu com exclusividade a informação de que o KeyOne chegará ao Brasil, mas ainda não sabemos a data e nem preço. No exterior, ele começa a ser vendido em abril por 549 dólares, o equivalente a cerca de 1.700 reais.

Deixe seu like e não esqueça de se inscrever e ativar o sininho para não perder nenhuma das principais novidades da MWC no Techno1. Confira novas notícias também no site, e vejo vocês no próximo vídeo, até lá.

 

O RETORNO DO ICÔNICO NOKIA 3310

Oi pessoal, aqui é o Victor do Techno1, e conheçam o novo Nokia 3310. A empresa, agora nas mãos da HMD Global, aproveitou a Mobile World Congress para lançar não apenas novos smartphones como também uma nova versão do aparelho que marcou a história.

Ele é voltado para consumidores que não querem um celular com várias funcionalidades. E, acredite, ainda tem muito espaço para esse mercado.

O novo 3310 tem um design remodelado que se baseia no modelo original, mas agora com até quatro opções de cores, além do tradicional azul marinho. Ele tem uma tela de 2.4 polegadas, câmera de 2 MP com flash, roda o software Series 30 da Nokia e possui o Opera Mini para quem se atrever a navegar na internet com a rede 2.5G.

A bateria promete ser um grande diferencial do novo 3310, assim como o original. Segundo a fabricante, são até 31 dias em standby e 22 horas de conversação contínua.

O novo 3310 será lançado no próximo trimestre na Europa por 49 euros e ainda não há informações se ele chegará ao Brasil.

Inscreva-se no canal e ative o sininho para não perder nenhuma das principais novidades da MWC 2017. Enquanto isso, deixe seu like e comente o que achou do retorno do Nokia Tijolão. Vejo vocês no próximo vídeo. Até lá.

NOKIA 3, 5 E 6

Oi pessoal, aqui é o Victor do Techno1 e estes são os três novos smartphones que a Nokia anunciou na MWC 2017.

A finlandesa está de volta com força total e aproveitou a Mobile World Congress para anunciar três novos smartphones e dar vida a um icônico aparelho.

 

Você pode ver o vídeo do novo Nokia 3310 clicando no card aqui em cima.

A finlandesa também anunciou o Nokia 3, o aparelho mais básico da nova linha de smartphones. Ele possui tela de 5 polegadas, com tecnologia IPS e resolução HD, câmera frontal e traseira de 8 MP e bateria de 2.650 mili-amperes. Seu sistema operacional é o Android 7 e tudo isso é suportado por 2 GB de RAM e pelo processador MT6737 da MediaTek.

Já o Nokia 5 é mais interessante. Ele tem linda construção de metal e chegará para competir com o Moto G5. Ele tem tela IPS de 5.2 polegadas, resolução HD, processador snapdragon 430, 2 GB de RAM, 16 de memória interna, câmera traseira de 13 MP e frontal de 8. A bateria tem capacidade de 3.000 mili-amperes.

Para finalizar o novo trio, a Nokia anunciou globalmente o Nokia 6. Ele tem tela IPS de 5.5 polegadas, resolução Full HD, Snapdragon 430, 3 GB de RAM e 32 de memória interna. Uma versão chamada Arte Black chegará com 4 gigas de RAM e o 64 de armazenamento. As câmeras frontais do dispositivo são de 16 e 8 MP, respectivamente. Para finalizar, o Nokia 6 possui uma bateria com capacidade de 3.000 mili amperes.

O Nokia 3 chega a europa por 140 euros, o Nokia 5 vai ser vendido por 190 euros, e o Nokia 6 por 230. A variante Arte Black do Nokia 6 custará 300 euros.

Ainda não há informações se a Nokia lançara algum dos dispositivos no Brasil. Inscreva-se no Techno1 e ative o sininho para receber as últimas novidades. Enquanto isso, deixe o seu like e comente o que achou dos novos aparelhos. Vejo vocês no próximo vídeo. Até lá.

HUAWEI

Oi pessoal, aqui é o Victor do Techno1 e este é o resumo da conferência da Huawei no primeiro dia da MWC 2017.

 

 

MOTO G5 E G5 PLUS

Oi pessoal, aqui é o Victor do Techno1 e finalmente foi anunciada a quinta geração da linha Moto G.

A Lenovo aproveitou a Mobile World Congress para anunciar novidades para o começo do ano. Agora o Moto G5 e o G5 Plus contam com grandes mudanças quando comparados com a quarta geração. Os dois agora possuem leitor biométrico, carga rápida e já chegarão às prateleiras rodando Android 7.0.

O leitor biométrico, aliás, não vai ser usado só pra desbloquear o aparelho. Arrastado para a esquerda ele funcionará como o botão de voltar. Para a direita, ele abre as janelas de multitarefas, e mantendo pressionado ativa o Google Assistant. Sim, este é outro aparelho além do LG G6 que trará o substituto do Google Now para dispositivos não-Pixel, popularizando ainda mais o novo concorrente da Siri e Cortana.

Falando agora das especificações, o Moto G5 tem tela de 5 polegadas, tecnologia IPS e resolução Full HD. Processador snapdragon 430, 2 GB de RAM e 16 ou 32 GB de memória interna. A câmera frontal é de 5 MP enquanto a traseira chega com 13. A bateria não é removível e possui capacidade de 2.8000 mili-amperes.

Já o G5 Plus chega para tentar conquistar a marca de melhor smartphone intermediário de 2017 e repetir a conquista do modelo anterior de ter a melhor câmera da categoria. Sua tela é de 5.2 polegadas, também com tecnologia IPS e resolução Full HD e possui um processador melhor: o snapdragon 625. São 2 GB de memória RAM e 32 ou 64 GB de memória interna, o que é ótimo. A câmera frontal é de 5 MP e a traseira de 12 com uma excelente abertura de 1.7. A bateria também não é removível e possui 3.000 mili-amperes.

É possível que o G5 chegue custando 1000 reais na versão de 16 gb, e o G5 plus por 1500 reais na variante de 32 gb. A empresa tem um evento marcado para o início de março em São Paulo e é muito provável que anuncie o G5 e G5 Plus. Por isso, não esqueça de se inscrever no canal e ativar o sininho para receber as últimas novidades. Enquanto isso, deixe seu like e comente o que achou dos novos aparelhos. Vejo vocês no próximo vídeo, até lá.

Novos Moto Snaps e possível design final do Moto Z2.

Oi pessoal, aqui é o Victor do Techno1 e, como vocês já sabem, a Lenovo marcou presença na MWC 2017 anunciando a nova geração da linha Moto G. Você pode dar uma olhada no vídeo clicando no card aqui em cima. A empresa também aproveitou o evento para mostrar os novos Moto Snaps, mas acabou deixando aparecer o design da segunda geração do Moto Z.

A Lenovo anunciou, em parceria com a Amazon, o Alexa Moto Mod. Um novo módulo que permite que o usuário controle a assistente pessoal da Amazon sem a necessidade de ter em casa um Amazon Echo, podendo fazer tudo o que aparelho faz, mas com o celular. Ele chegará em mercados selecionados custando 50 dólares, além as empresas também firmaram uma parceria que fará da Alexa a assistente virtual padrão no novo Moto Z. Por isso, não esqueça de se inscrever para receber as últimas novidades.

Sem dar muitos detalhes adicionais, a Lenovo afirmou que ainda este ano chegarão novos Moto Snaps como o GamePad, para você jogar com maior conforto no Moto Z, o Power Pack, que nada mais é do que um módulo de bateria, o Charging Adapter para recarregar Moto Snaps que não tenham USB, Wireless Charging, que é um snap que adiciona a funcionalidade de recarga sem fio ao aparelho, e por último, o Turbo Charger, mais um snap de bateria com carga rápida e sem muitas informações.

Além de tudo isso, é válido notar que a Lenovo deixou escapar, sem querer, o design final da segunda geração do Moto Z. A traseira, como vocês podem ver, permaneceu inalterada, mas a parte frontal mistura o botão mais arredondado do Moto G5, e a mesma disposição do alto falante, da câmera e flash do primeiro Moto Z. O flash frontal, aliás, será de dois tons no modelo da nova geração.

Como alguns dos Moto Snaps anunciados chegarão em Março e já estão sendo feitos para a segunda geração do Moto Z, é possível que o evento do próximo mês não seja apenas para lançar os novos Moto G5 e G5 Plus, mas também para fazer o anúncio dos novos dispositivos high-end da Lenovo.

Bom, isso ainda é especulação, mas não esqueça de curtir, se inscrever e ativar o sininho para receber todas as novidades do mundo da tecnologia. Acompanhe a cobertura da MWC 2017 no Techno1 e vejo vocês no próximo vídeo, até lá.