Na edição do ano passadoda MWC, a Samsung anunciou o Galaxy S7 e S7 Edge. Alguns meses depois foi hora do Note7 brilhar, ou ao menos tentar, antes de ser ofuscado pelos graves problemas de bateria. A MWC 2017 seria um ótimo momento para a sul-coreana anunciar o S8, mas por conta ainda da má reputação do Note7 e da recente prisão de seu presidente por corrupção, a empresa decidiu adiar um pouco o lançamento da sua principal linha de smartphones.

Hoje, a Samsung anunciou novidades para a área de tablets e também para a realidade virtual em um evento mais tímido.

Começando pelo novo Gear VR, o óculos de realidade virtual da Samsung feita em parceria com Oculus do Facebook para competir com o Daydream View da Google. A sul-coreana afirmou que ele trás um novo conjunto de lentes de 42 mm, o que garante um campo de visão maior: são 101 graus.

Uma novidade interessante é o novo controle que chegará junto com o Gear VR. Ele possui um touchpad circular e sensores que permitem ao jogador interagir mais facilmente com o ambiente no mundo virtual que estiver imerso.

Ele chegará limitado apenas aos smartphones da Samsung: Galaxy S7, S7 Edge, Note7, Note5, S6, S6 Edge e S6 Edge+, com mais de 70 novos aplicativos compatíveis com o controle do aparelho. Não foi informado data de lançamento ou preço do Gear VR.

Agora vamos falar dos novos tablets da fabricante. O que nos leva ao questionamento: quem ainda compra tablets em 2017Esse segmento está cada vez mais decadente, mas por algum motivo a Samsung acha que é uma boa ideia.

Os novos dispositivos chegam com speakers fabricados em parceria com a Harman, uma empresa de som profissional com grande qualidade.

Galaxy Tab S3

O Tab S3 chega para tentar abocanhar consumidores que queiram um tablet para consumo multimídia de jogos, filmes e séries.

O aparelho chega com hardware poderoso: tela Super AMOLED de 9.7 polegadas com resolução 1536 x 2048, Snapdragon 820, Adreno 530, 4 GB de RAM e 32 GB de memória interna. Câmera frontal de 5 MP e traseira de 13, com abertura f/1.9. Ele ainda possui carga rápida, USB C e leitor de impressões digitais.

Galaxy Book

Já o Galaxy Book não trás Android como sistema operacional. Ao invés disso, a Samsung decidiu fazer do dispositivo mais um tablet que pode virar um laptop para tentar competir com o Surface Pro 4, da Microsoft, um dos tablets 2-em-1 mais conceituados e bem feitos disponíveis no mercado atualmente.

O Galaxy Book chega em duas versões: uma de 12 polegadas com processador Intel Core i5 de sétima geração, tela Super AMOLED com suporte a HDR em vídeo, 4/8GB de RAM, e 128/256GB de memória interna. E outra versão mais barata de 10 polegadas, que contará com processador Intel Core m3, tela TFT ao invés de sAMOLED, uma única câmera de 5 MP.

Ambas as versões serão vendidas com a S Pen e teclado destacável. Não há informações sobre preço e disponibilidade dos tablets.

Deixem suas opiniões nos comentários. Vamos mantê-los informados quanto a qualquer atualização. Até lá, fiquem ligados ao TH1 no Facebook para mais notícias!

 

VOLTAR AO INÍCIO