Há algum tempo já era dito que a Samsung estava pensando em voltar a comercializar o Galaxy Note7 no meio desse ano, tanto para diminuir os gastos que a empresa teve com a fabricação do aparelho, como para minimizar os danos ambientas caso os dispositivos fossem descartados na natureza. Isso acabou dando um ânimo para aqueles que ainda tinham esperança em comprar um Note7, inclusive para os fãs brasileiros. Mas agora todos receberam um banho de água fria.

A Anatel se reuniu na semana passada com executivos da Samsung e questionou os mesmos sobre se ainda havia possibilidades do Note7 ser vendido no Brasil. Segundo o Tecnoblog, que obteve resposta da Anatel, “a intenção mencionada [de revender o Note7 no país] não se confirmou”.

• Samsung anuncia novos Galaxy S8 e mais novidades na Unpacked 2017

Ainda segundo o Tecnoblog, a Samsung explica que o Note7 recondicionado só será vendido por algumas subsidiárias em países selecionados que fizeram o lançamento do smartphone. Como o aparelho não foi lançado oficialmente no Brasil, a fabricante não vai vender os modelos recondicionados no país. Mas isso também não significa que Note7 vai ser vendido em todo mercado que foi lançado. A Samsung afirmou que nos Estados Unidos, no Canada e na Índia o dispositivo não será comercializado.

A novela do Note7 ainda está longe de acabar, mas é bom saber que ele voltará a ser vendido, mesmo que não em muitos mercados, porque o aparelho é, sem dúvida, um dos melhores de 2016 e tinha muito potencial para marcar a Samsung positivamente, mas acabou marcando a empresa da pior maneira.

Deixem suas opiniões nos comentários. Vamos mantê-los informados quanto a qualquer atualização. Até lá, fiquem ligados ao TH1 no YouTube e no Facebook para mais notícias!

 

Com informações do Tecnoblog

 

VOLTAR AO INÍCIO