A Xiaomi sempre foi referência quando o assunto é preço baixo e alta qualidade de seus aparelhos, especialmente no exterior. Atuando no mercado desde 2010, a fabricante já conseguiu conquistar grandes mercados e agitar a concorrência, que cobrava (e ainda cobram) preços abusivos por smartphones básicos.

Redmi 3 - 2

A empresa começa o ano de 2016 lançando o Redmi 3, aparelho de baixo custo, focado no mercado de entrada que conta com ótimo hardware e preço acessível.

Redmi 3
Sistema operacional Android 5.1 Lollipop (MIUI 7)
Tela 5 polegadas
Resolução de tela HD (1280×720 pixels)
Processador Qualcomm Snapdragon 616
Velocidade máxima 1,5 GHz
Núcleos 8
Memória RAM 2 GB
Armazenamento 16 GB
Câmera traseira 13 MP
Câmera frontal 5 MP
Bateria 4.100 mAh
Dimensões 139,3 mm x 69,4mm
Espessura 8.5 mm
Peso 144 g

Vale ressaltar alguns diferenciais: além da interface MIUI (na versão 7), o smartphone vem com corpo feito em metal e sistema de foco Phase Detection (que garante foco automático em 0,1 segundo, mesmo tempo que smartphones top de linha). O compartimento do cartão microSD pode ser utilizado para um nanoSIM, fazendo com que o aparelho ganhe o recurso dual-chip, mas perca o armazenamento extra de até 128 GB. Ainda temos o preço: as vendas do aparelho já começaram na China cobrando 699 RMB, cerca de R$ 427.

Redmi 3.jpg

Xiaomi já vende alguns de seus aparelhos no Brasil: o Redmi 2 e o Redmi 2 Pro, além da Mi Band (pulseira para monitorar atividades físicas), Mi Power Bank (bateria externa de 10.400 mAh), fones de ouvido e acessórios. A Xiaomi Brasil não confirmou quando o novo Redmi 3 estará disponível no Brasil, mas vamos torcer para que não demore. Até lá, mantenha-se atualizado com o TH1.

Fonte: Xiaomi