Após muitos rumores e imagens vazadas nós finalmente temos conhecimento oficial do novo aparelho intermediário super poderoso da Xiaomi: o Redmi Pro.

Anunciado na última quarta-feira (27) em seu país de origem, o aparelho chega para fazer história para a fabricante chinesa e mostrar que a Xiaomi está empenhada em ser uma das maiores e melhores fabricantes de smartphones de todos os tempos.

A Xiaomi ganhou notoriedade por seus smartphones de extrema qualidade com hardware poderosos e preços incrivelmente competitivos, fazendo valer muito a pena o investimento de importar seus dispositivos no Brasil mesmo com a possibilidade de ser taxado pela alfândega.

Vamos ao que interessa: o novo Xiaomi Redmi Pro.

camera

O que mais chama atenção no aparelho são os dois módulos de câmera na parte traseira. Uma tendência cada vez mais adotada nos smartphones anunciados este ano.

No módulo superior de câmera do Redmi Pro temos o sensor principal fabricado pela Sony (IMX-256) com resolução de 13 MP. Ele captura imagens como todos os outros smartphones com câmera. Mas a diferença está em seu sensor secundário. No módulo inferior a Xiaomi utilizou um sensor fabricado pela Samsung (não foi especificado qual) com resolução de 5 MP que não captura imagens, mas sim a informação da profundidade de campo para aplicar na imagem final o efeito de desfoque com qualidade muito acima da média que temos atualmente em smartphones.

O software de processamento da fotografia pode ajustar a intensidade da profundidade de campo e também focar no local em que você queira deixar em destaque após a captura da imagem.

Foto 6-1

Confira algumas fotos disparadas com o Redmi Pro e disponibilizadas pela Xiaomi em seu site oficial.

Foto 1 Foto 5

Foto 4

Foto 3 Foto 2

Ele também conta com um processador dedicado a ler as informações das fotografias capturadas pelo sensor de profundidade de campo: o ImagiQ.

A câmera frontal do Redmi Pro é uma grande angular com resolução de 5 MP.

especificações

O Redmi Pro conta com especificações de hardware extremamente poderosas para seu preço. Não estamos brincando. Para começar, ele chega em três versões com dois processadores diferentes: Helio X20 e Helio X25, os chipsets mais poderosos da MediaTek.

MediaTek Helio X20/X25

Ambos os processadores são deca-core de 64-bit, mas temos algumas diferenças nos números:

O Hélio X20 conta com:

• Dois núcleos Cortex-A72 de até 2.3 GHz
• Quatro núcleos Cortex-A53 de até 1.85 GHz
• Quatro núcleos Cortex-A53 de até 1.4 GHz

Já o X25 conta com:

• Dois núcleos Cortex-A72 de até 2.5 GHz
• Quatro núcleos Cortex-A53 de até 2.0 GHz
• Quatro núcleos Cortex-A53 de até 4.55 GHz

A arquitetura Tri-Cluster da MediaTek permite um melhor gerenciamento de energia da CPU, que utiliza os núcleos dependendo de sua necessidade.

A GPU (unidade de processamento gráfico) dos aparelhos é a mesma: uma Mali-T880 MP4 de 20nm. A diferença está, novamente, nos números: enquanto o X20 chega com 780 MHz, o X25 conta com velocidade maior de 850 MHz.

Geralmente os processadores X20 e X25 são utilizados apenas em smartphones high-end e de alto custo. Mas a Xiaomi decidiu inverter todo o cenário e fabricar um dispositivo que pode ser considerado (em seu lançamentoum dos melhores custo x benefício de todos. Este é o Redmi mais poderoso até agora.

tela

A tela do Redmi possui tecnologia OLED e 5.5 polegadas de tamanho com resolução Full HD (1920 x 1080), relação de contraste de 60.000:1 e vidro 2.5D (a proteção não foi especificada, mas é provável que seja utilizado o Gorilla Glass da Corning).

O corpo do dispositivo é de alumínio escovado com bordas chanfradas e de 8.15 mm de espessura. O Redmi Pro trás ainda uma enorme bateria de 4.050 mAh e auto falante na parte inferior do aparelho.

O aparelho chega com conector USB Type-C, leitor de impressões digitais no botão inicial, suporte a dois chips (sendo um slot híbrido para nano-SIM/microSD), redes 4G+/4G/3G/2G (todas compatíveis com o Brasil), sensor infravermelho.

O Redmi Pro chegará com a versão mais recente da interface de usuário da Xiaomi: a MIUI 8, que é baseada no Android 6.0 Marshmallow.

O Redmi Pro chega nas cores Prata, Cinza Escuro e Dourado para a versão Standard, e nas cores High-Gloss Gray, High-Gloss SilverHigh-Gloss Gold para a versão High e Exclusive.

Custando em sua variante mais cara apenas 1999 Yuan (cerca de R$ 980), temos aqui um dos aparelhos mais interessantes do mercado de smartphones em 2016! Confira os preços das versões abaixo:

STANDARD: MediaTek Helio X20 com 3 GB de RAM + 32 GB de ROM: 1499 Yuan (R$ 735*)
HIGH: MediaTek Helio X25 com 3 GB de RAM + 64 GB de ROM: 1699 Yuan (R$ 835*)
EXCLUSIVE: MediaTek Helio X25 com 4 GB de RAM + 128 GB de ROM: 1999 Yuan (R$ 980*)

*os valores são aproximados e convertidos do Yuan em relação ao valor do câmbio do dia.
Deixem suas opiniões nos comentários. Vamos mantê-los informados quanto a qualquer atualização. Até lá, fiquem ligados ao TH1 no Facebook para mais notícias!

 

VOLTAR AO INÍCIO